Associados

Filtros

Associação Amigos do Coliseu do Porto

Coliseu Porto Ageas – foto João Octávio

 

Associação Amigos do Coliseu do Porto

 

O Coliseu do Porto inaugurou a 19 de dezembro de 1941 e está classificado como Monumento de Interesse Público. Ícone do modernismo, a decoração de estilo clássico coabita com os equipamentos e tecnologias mais recentes, proporcionando um ambiente único e totalmente preparado para receber os melhores espetáculos. A Sala Principal tem uma lotação de 3.000 lugares sentados e 4.000 lugares em plateia em pé, dispõe de uma pista de circo com características únicas no país, de um generoso fosso de orquestra para grandes óperas e cine-concertos, e de condições acústicas ímpares.
Em 1995, forma-se a Associação Amigos do Coliseu do Porto, empresa privada de utilidade pública e sem fins lucrativos, que se torna proprietária deste teatro. Os associados de referência são o Ministério da Cultura, a Câmara Municipal do Porto e a Área Metropolitana do Porto. Tem como missão proporcionar uma oferta cultural independente, plural e contínua aos seus públicos, complementando a programação de acolhimento com uma aposta cada vez mais sólida na programação própria de qualidade.

saber mais

Circo, Cruzamentos Disciplinares, Dança, Música, Ópera, Performance, Teatro

ASTA – Associação de Teatro e Outras Artes

Aureo Gomez – Fotografia do espetáculo Um Clássico

 

ASTA – Associação de Teatro e Outras Artes

 

Estrutura de criação e programação fundada em 2000. O trabalho da ASTA centra-se em cinco eixos: Criações; Circulação; Festivais; Serviço Educativo e Projetos de Investigação. A sua identidade está assente numa cultura transdisciplinar, tendo por base o teatro. Na criação procuramos novos métodos e linguagens, seja reinventando clássicos ou criando a partir do espaço vazio. Além dos espetáculos dirigidos pela equipa da ASTA, trabalhamos com vários criadores, como são os casos de Vera Mantero, Miguel Pereira, Filipa Francisco, José Carlos Garcia, A. Abernú, e Marco Ferreira (Portugal); Lorena Briscoe, e Cecilia Gómez (Argentina); Harvey Grossman (Estados Unidos da América); Ruth Mandel (Bélgica); ReveRso (Alemanha), ou Pati Domech (Espanha).

 

saber mais

 

 

Cruzamentos Disciplinares, Teatro

Circolando

Climas, Circolando, fotografia Dinis Santos

CIRCOLANDO – Espaço de Criação Transdisciplinar

A Circolando desenvolve a sua atividade desde 1999 sob direção artística de André Braga e Cláudia Figueiredo. Para além da criação e difusão dos projetos de André Braga e Cláudia Figueiredo, o núcleo da sua atividade, a Circolando mantém uma linha de apoio à criação de projetos de artistas associados e um centro de residências e criação no CACE Cultural do Porto, daí chamarmos à Circolando Espaço de Criação Transdisciplinar.

O conceito de transdisciplinaridade está no centro do projeto artístico. Um diálogo intenso entre dança e teatro, com forte apelo aos contributos de outros campos artísticos: poesia, artes plásticas, música, vídeo.
Colabora regularmente com algumas das mais prestigiadas estruturas culturais em Portugal e tem-se apresentado em festivais e teatros de diversos países.

Saber mais

Cruzamentos Disciplinares

Fértil Cultural

fertil®Duarte Costa

 

FÉRTIL CULTURAL

 

A Fértil surge do encontro entre o teatro e a antropologia, duas formas de olhar para o ser humano como produtor de cultura e de questionar a sua condição de vida. Em 2010 é fundada a associação com o propósito de dar voz às criações e investigações que partam desse princípio. As criações da Fértil assentam essencialmente no teatro e na sua relação com as outras formas artísticas.

O teatro é por excelência o laboratório onde se permite a experimentação do nosso trabalho. Privilegiando as criações originais, permite-nos, como criadores, uma melhor abordagem às mais diferentes temáticas e a adequação destas ao nosso propósito. É aqui que nos expressamos e onde partilhamos o nosso pensamento com o outro.

saber mais

Cruzamentos Disciplinares, Marionetas, Teatro

Napalm (companhia de teatro dança em conjunto ou alternadamente)

Napalm, fotografia Sónia Granja Barbosa

A NAPALM_ctdca surge a partir do desejo de criar uma estrutura artística que permitisse uma exploração consistente e continuada ao nível das artes performativas. Somos, por intuição e criação, uma Companhia que pensa o Teatro e a Dança no contexto da arte contemporânea, não renegando o passado mas procurando futuro. Temos um trabalho que não permite um espectador passivo, mas sim em constante estado de alerta. Espetáculos em que a poética do texto se dilui por entre distintas dramaturgias. O cruzamento com outras
expressões contemporâneas acentua o carácter multidisciplinar e de pesquisa constante da Companhia. Queremos afirmar-nos pela nossa forma de ver o mundo, e mostrá-lo através dos nossos olhos a todos aqueles que por eles queiram ver.

Saber mais

 

Cruzamentos Disciplinares, Dança, Teatro

Teatro Estúdio Fontenova

A Paz Perpétua – Créditos Helena Tomás

 

Teatro Estúdio Fontenova

​O TEF nasceu a 15/09/1985 com atividade profissional regular desde 2004. Desenvolve atividades de criação, programação e formação, o teatro é a área-âncora. O projeto artístico é, também, um projeto cívico. A arte coloca-se ao serviço da comunidade. No seu historial conta com 77 criações, a organização de 22 edições do Festival Internacional de Teatro – Festa do Teatro – festival de cruzamentos disciplinares, debates, mostra de curtas e exposições. O seu trabalho centra-se na dramaturgia contemporânea, nas suas origens e na noção de encenação como prolongamento do gesto literário. O TEF a 15/09/2004 recebeu a medalha de honra da cidade de Setúbal de mérito cultural.

Estrutura financiada: República Portuguesa – Cultura – DGArtes e CMSetúbal

saber mais

Cruzamentos Disciplinares, Teatro

teatromosca

AMAS teatromosca (c) William Cá

 

teatromosca

 

O teatromosca é uma companhia de teatro fundada em Sintra em 1999. Entre outros projetos, produziu Trilogia Norte-Americana, adaptando três dos mais influentes romances norte-americanos (Moby-Dick; O Som e a Fúria; Fahrenheit 451). Desde 2017, é responsável pela programação do AMAS – Auditório Municipal António Silva, em Agualva-Cacém. Algumas das suas produções foram selecionadas pelo semanário Expresso como dos melhores espetáculos teatrais apresentados em Portugal. A companhia organiza, anualmente, o festival de artes performativas MUSCARIUM, é responsável por um conjunto de projetos de intervenção comunitária e possui um projeto editorial, moscaMORTA, que promove a edição de textos relacionados com as artes do espetáculo.

saber mais

Cruzamentos Disciplinares, Teatro